Capa » Notícias » Escritora premiada ministra oficina literária em Ribeira

Escritora premiada ministra oficina literária em Ribeira

A premiada escritora gaúcha, Angélica de Freitas, coordenou, na última semana, o segundo módulo da Oficina de Criação Literária: Laboratório Poético, em Ribeira. Cerca de 20 pessoas participaram da atividade, uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Ribeira e Governo do Estado, por meio da Poiesis e parte integrante do cronograma do Festival Literário de Iguape (FLI).

No laboratório, por meio de leituras e de exercícios, os participantes treinaram e aguçaram suas habilidades como poetas e deram início a uma prática de escrita que os levou a descobrir os poemas que precisavam escrever. Assim, todo o material criado no período da oficina agora será editado pela escritora e os selecionados farão parte de uma coletânea que será lançada no festival.

De acordo com Angélica, o resultado em Ribeira foi melhor do que o esperado. Muitos textos de qualidade e dentro da proposta temática do festival, que é a questão da memória. Desse modo, os poemas produzidos na oficina falam de lembranças, gostos e outras memórias que retratam também o município.

A realização da oficina faz parte da proposta do município de incentivo à disseminação da cultura, através de cursos, oficinas e outros eventos que apresentem ou enfatizem práticas culturais diversas. Assim, além de poesia a cidade já recebeu outras oficinas literárias e de arte urbana.

Sobre a escritora

Angélica Freitas (Pelotas, 1973) é autora dos livros de poemas “Um útero é do tamanho de um punho” (Prêmio APCA, 2012) e “Rilke Shake”, e também da graphic novel “Guadalupe”. Seus livros já foram editados nos Estados Unidos, Espanha, Alemanha e Portugal. Atualmente, dedica-se à tradução e a ministrar oficinas literárias. Vive em São Paulo.

Desenvolvido por: Mais Alto Vales Conteúdos Digitais